Instalar um Pressurizador de água é realmente necessário?

De maneira geral, você sabe para que serve um pressurizador esse tipo de peça é essencial em algumas situações. E hoje falaremos sobre o tipo específico para a água. Ele é instalado, sobretudo, em chuveiros e demais equipamentos, e seu objetivo é aumentar a pressão da água.

Mas a pergunta que fica é se realmente vale a pena instalar o pressurizador de água ou se isso não é necessário. Nesse artigo, falaremos mais sobre esse assunto. Veja na sequência as vantagens do pressurizador e como ele funciona dentro do chuveiro.

Instalar um pressurizador de água é realmente necessário

Principais aspectos que favorecem o uso do pressurizador de água

O pressurizador de água conta com diversos benefícios para equipamentos e sistemas diversos. Nas residências, esse equipamento é muito usado em chuveiros e torneiras, pois aumenta a pressão do jato de água.

Já nas indústrias, ele é usado em equipamentos como lava-jatos e sistemas hidráulicos. A seguir, separamos os principais aspectos que tornam a instalação do pressurizador algo vantajoso e com ótimo custo-benefício.

Pressão insuficiente da água

Você já deve ter se deparado com algum sistema hidráulico de baixa pressão. Nesse caso, a água vem com pouquíssima força e isso prejudica as atividades diárias de qualquer pessoa.

E a pressão da água muitas vezes não tem relação com o sistema hidráulico da casa ou empresa. Mesmo em sistemas modernos, ela pode ser baixa. Isso pode acontecer se, por exemplo, a pressão da rede pública de água for muito baixa.

Outros fatores também influenciam na baixa pressão, como a posição da caixa da água e as características da tubulação. Nesses casos, o pressurizador pode ser instalado para aumentar a pressão da água que sai da caixa da água.

No caso de chuveiros, isso vai proporcionar jatos de água com mais pressão, melhorando a qualidade do seu banho e trazendo mais conforto sem gastar mais água para isso.

Sistemas de aquecimento de água

O pressurizador aumenta a eficiência dos sistemas de aquecimento de água. Acontece que, em casas com esse tipo de sistema, a água quente sempre passa pelo aquecedor que pode ser a gás, elétrico ou com energia solar.

Mas se a pressão da água que sai da caixa da água for baixa, o sistema de aquecimento não vai funcionar corretamente. Esses equipamentos precisam de um fluxo mínimo de água e a baixa pressão pode fazer com que não haja água suficiente para o pleno funcionamento dos sistemas.

Instalando um pressurizador, você garante uma maior pressão da água que vai para o sistema de aquecimento. Assim, mais água chegará ao sistema em menos tempo e ele funcionará corretamente (sem aumentar muito o consumo de água).

Perdas de carga

As características dos sistemas hidráulicos mudam de acordo com cada projeto. Dependendo da extensão do sistema e número de conexões, a água pode encontrar algumas resistências até chegar de fato aos pontos de consumo.

Mas isso significa que mesmo que saia da caixa da água com boa pressão, a água pode perder boa parte dela até chegar nas torneiras e chuveiros. Tubulações mais compridas ou com várias curvas e ramificações vão diminuir a pressão da água, isso ocasionará perdas significativas de carga.

A solução pode ser simples. Ou seja, basta instalar um pressurizador para garantir a pressão adequada, evitando essas perdas de cargas.

Renovação ou expansão da casa

Vamos supor que você queira aumentar a área construída da sua casa, inserindo cômodos ou até mesmo construindo mais um andar. Nesse caso, a pressão natural da água talvez não seja suficiente.

Por exemplo, o sistema hidráulico foi projetado de tal maneira a atender uma demanda X, mas você vai acrescentar uma demanda Y. Assim, o pressurizador será ótimo para que a pressão da água não fique muito baixa, mesmo com expansão da residência.

Novas tecnologias garantem um banho 5 estrelas em casa

Ao longo dos últimos anos, novas tecnologias surgiram e contribuíram ainda mais com o conforto e comodidade na hora do banho.

Afinal, esse é um momento importante do dia, onde muitas pessoas buscam relaxamento e bem-estar. Para muitos, esse é um dos poucos momentos de tranquilidade do dia.

Um dos tipos de pressurizadores mais modernos é o que conta com o inversor de frequência. Ele tem um sistema inteligente, que mantém a pressão da água conforme programado previamente.

A pressão fica constante em toda a rede hidráulica. Isto é excelente para instalações domésticas, incluindo condomínios de pequeno porte.

O grande diferencial desse equipamento é que o controle das bombas do pressurizador é feito pelo inversor de frequência. A rotação do motor varia dependendo da quantidade de água consumida na residência.

Além de ser muito silencioso e discreto, o inversor de frequência ajuda na economia de energia e proporciona uma pressão eficiente de maneira constante, tornando o banho excepcional.

O que é um pressurizador de água?

Agora que você viu a importância do pressurizador de água, vamos ver uma definição simplificada dele e como ele funciona.

O pressurizador nada mais é do que uma bomba que, acionada, aumenta a pressão da água que passa pela tubulação. Se instalado ao lado da caixa da água, ele aumenta a pressão de toda água que sai da caixa.

Mas, se instalado no chuveiro, ele aumenta a pressão apenas da água que chega ao chuveiro, potencializando o jato de água e melhorando a experiência no banho.

Como ele funciona?

Um pressurizador conta com uma moto bomba, acionada de maneira automática por meio de um dispositivo. Ele vai ligar ou desligar a bomba. Existem três modelos de pressurizadores e cada um possui características distintas em relação ao funcionamento.

O pressurizador fluxostato é aquele que entra em ação somente quando um ponto de consumo de água estiver aberto. Já o pressostato mantém a pressão durante todo o tempo, mesmo quando os pontos de consumo estiverem fechados.

Por fim, há ainda o inversor de frequência (que citamos anteriormente). Ele mantém a pressão conforme o programado, com o auxílio de um sistema inteligente e mais moderno. Esse sistema vai gastar apenas a energia necessária para cada vazão programada, poupando energia.

Como calcular a vazão de água?

O cálculo da vazão é essencial para a escolha de um pressurizador que atenda perfeitamente às demandas da rede hidráulica.

A vazão nada mais é do que a quantidade de litros de água que passam pela tubulação a cada segundo. Em chuveiros, geralmente a vazão fica em 0,2 litros por segundo. Mas isso depende do modelo do chuveiro e da pressão da água.

Como vimos, a pressão da água é relevante quando o assunto é vazão, podendo influenciar significativamente nela.

O cálculo da vazão precisa ser feito levando em conta vários aspectos, como o tipo de material usado no sistema hidráulico, a extensão do sistema, a quantidade de pontos de consumo e os sistemas de descarga.

Se você utilizar um pressurizador menor do que o necessário, ele não cumprirá com seus objetivos (não aumentará a pressão da água conforme o exigido). Mas, se usar um pressurizador muito maior, o motor vai superaquecer e dessa forma diminuirá a vida útil da peça.

A vazão deve ser calculada levando em conta cada ponto de consumo e fazer simulações levando em conta o consumo máximo viabilizado. Com esses dados, você poderá escolher o pressurizador mais adequado.

Onde instalar o pressurizador?

Esse equipamento pode ser instalado após caixas d’água ou reservatórios. O local precisa ser bem ventilado e com proteção casa haja algum vazamento de água. Lembrando que o pressurizador funciona por meio de um motor e esse tipo de peça exige cuidados extras. Veja mais considerações nesse sentido:

  • O diâmetro do tubo que sai da caixa d’ água ou reservatório e que tem como objetivo alimentar o pressurizador jamais pode ser menor que o diâmetro de sucção da bomba;
  • Em sistemas onde o pressurizador vai direcionar a água de cima para baixo, é essencial a instalação de uma peça chamada by-pass. Assim, se faltar energia, o abastecimento de água não é prejudicado o abastecimento não dependerá do pressurizador;
  • Se tiver dúvidas sobre qual modelo escolher ou sobre a instalação correta, entre em contato com um especialista.

Dúvidas frequentes sobre o assunto:

Quando preciso usar um pressurizador?
Em residências ou empresas, o pressurizador deve ser instalado quando há a necessidade de aumentar a pressão da água ou ainda quando é preciso manter a pressão estabilizada.
Qual o consumo de energia de um pressurizador de água?
O consumo desse equipamento tende a ser baixo. Em chuveiros, por exemplo, fica em torno de 2% do consumo total de energia do chuveiro. No geral, o consumo depende do tamanho e modelo do pressurizador.
Onde deve ser instalado o pressurizador?
Geralmente é instalado após caixas d’água. Mas, no caso dos chuveiros, há modelos que vêm com o próprio pressurizador dentro, algo que aumenta a pressão apenas da água do chuveiro.
Pode deixar o pressurizador ligado direto?
Quando não há água passando pela tubulação, o pressurizador deve ser desligado. Caso contrário, isso vai ocasionar em um superaquecimento do motor. A boa notícia é que existem aparelhos que ligam e desligam de forma automática, evitando essa preocupação.

Conclusão

O pressurizador é muito importante, especialmente em alguns casos. Sua função de aumentar a pressão da água que passa pelos sistemas hidráulicos é imprescindível para muitas casas e empresas.

Porém, você precisa ficar atento a qual modelo escolher e em como fazer a instalação correta. No mais, o custo-benefício dos pressurizadores são ótimos e esse item realmente vale a pena.